NORMAS DO DISSENSO LEGÍTIMO

Publikation: Bidrag til bog/antologi/rapportBidrag til bog/antologiForskningfagfællebedømt

Este artigo propõe que a teoria da argumentação aprenda com a filosofia
moral e com a filosofia política. Vários pensadores nestes campos ajudam a
compreender a ocorrência daquilo a que podemos chamar dissenso legítimo:
persistir no desacordo, mesmo entre pessoas razoáveis que argumentam
razoavelmente. Isso ocorre, inevitavelmente, em assuntos práticos, ou seja,
nos quais estão em causa assuntos de ação e não de verdade, porque existirão
normalmente argumentos legítimos de ambas as partes e estes serão
incomensuráveis, i.e., não podem ser objetivamente ponderados entre si.
Consequentemente, noções como ‘inferência’, ‘validade’ e ‘suficiência’ são inaplicáveis.
São igualmente discutidas outras características distintivas dos
argumentos pró e contra na argumentação prática e formulados alguns
corolários quanto às normas de avaliação do dissenso legítimo. São
apresentados exemplos retirados dos debates públicos na Dinamarca sobre
o tema da imigração.
OriginalsprogPortugisisk
TitelContingência, incerteza e prudência: caminhos da retórica e da argumentação : Uma seleta de textos essenciais sobre questões e posições teóricas de retórica e argumentação
RedaktørerRui Alexandre Grácio, Moisés Olímpio-Ferreira
Antal sider28
Udgivelses stedCoimbra
ForlagGrácio Editor
Publikationsdatomaj 2018
Sider139-166
ISBN (Elektronisk)978-989-99960-6-9
StatusUdgivet - maj 2018

ID: 197438410